Ampliar Fonte
Reduzir Fonte
Normalizar Fonte
Mudar Contraste
Página
Início / GALERIA LILÁS

GALERIA LILÁS

ADÁLIA BATISTA.jpgAdália Batista Alves

Data de Nascimento: 21 de janeiro de 1931 

Local de Nascimento: Povoado Massacará, Euclides da Cunha, Bahia  Residência: Povoado Rio Real, Poço Verde, Sergipe 

Profissão: Parteira, Vereadora 

Conhecida como: Dona Dália

Adália Batista Alves, mais conhecida como Dona Dália, é uma figura notável da história de Poço Verde, Sergipe. Nascida em 21 de janeiro de 1931 no Povoado Massacará, em Euclides da Cunha, Bahia, Adália se mudou para o Povoado Rio Real, no município de Poço Verde, na década de 1940. Sua educação formal foi até o quarto ano primário, onde estudou sob a orientação da Professora Josefina Moreira Rocha Viana.

 

Vida Pessoal

Aos 23 anos, Adália casou-se com João Alves Neto. O casal, não tendo filhos biológicos, adotou Ana Batista dos Santos, que se tornou uma filha querida e parte integral da família. Adália desempenhou um papel fundamental como parteira, sendo concursada pela EMATER-SE. Nesse papel, ela encaminhava e acompanhava pacientes até Aracaju, mostrando sua dedicação e cuidado com a saúde das pessoas de sua comunidade.

Atividades Religiosas

Desde os 16 anos, Adália demonstrou uma vocação religiosa significativa. Ela assumiu a direção da Igreja do Povoado Rio Real, liderando um coral composto por 20 pessoas. Sua fé e dedicação religiosa se intensificaram após a perda de seu marido em 1998, momento em que ela se dedicou ainda mais ao trabalho religioso e às atividades para garantir seu sustento.

 

Carreira Política

Em 1988, incentivada por seu esposo João Alves Neto, Adália concorreu às eleições municipais, tornando-se a primeira mulher a ocupar o cargo de vereadora em Poço Verde. Naquela campanha, destacadamente, Adália não solicitou votos, mas ainda assim recebeu um total impressionante de 318 votos. Ela estava filiada ao Partido da Frente Liberal (PFL).

Legado

A trajetória de Adália Batista Alves é marcada por uma vida de serviço à sua comunidade, tanto na saúde quanto na política e religião. Sua atuação como parteira contribuiu significativamente para a saúde materno-infantil em Poço Verde. Como vereadora, ela quebrou barreiras de gênero na política local, estabelecendo um precedente importante para futuras gerações de mulheres líderes.

Conhecida por sua integridade, dedicação e espírito comunitário, Dona Dália é uma figura respeitada e admirada em Poço Verde. Seu legado é um testemunho de como o comprometimento pessoal e a vocação para servir podem impactar positivamente uma comunidade.

 

DAMARES VIEIRA CAVALCANTI.JPG

Damares Vieira Cavalcanti

Nome: Damares Vieira Cavalcanti 

Cargo: Vereadora da Câmara Municipal de Poço Verde 

Legislaturas: 13ª Legislatura (2005-2008), 14ª Legislatura (2009-2012), 15ª Legislatura (2013-2016), 16ª Legislatura (2017-2020)

 

Damares Vieira Cavalcanti é uma figura proeminente na política de Poço Verde, conhecida por sua dedicação e compromisso com a saúde pública. Sua trajetória política começou em 2005, quando foi eleita vereadora para a 13ª Legislatura da Câmara Municipal de Poço Verde. Desde então, Damares continuou a servir a comunidade em sucessivas legislaturas, demonstrando uma liderança consistente e uma preocupação genuína com o bem-estar dos cidadãos.

Contribuições Legislativas

Damares é autora de várias leis municipais importantes que refletem sua preocupação com diferentes aspectos da vida comunitária:

1. **Lei Municipal 003/2007** - Esta lei denomina a Quadra de Esporte do Distrito José como Quadra Deocleciano Rodrigues Reis. A iniciativa visa homenagear figuras locais e incentivar a prática esportiva na comunidade, promovendo um ambiente saudável e de lazer para os jovens e adultos.

2. **Lei Municipal 439/2006** - Esta lei autoriza o afastamento de servidor público municipal que possua filho com deficiência. A legislação é um marco importante para a inclusão e apoio às famílias que enfrentam desafios adicionais, garantindo que os servidores possam cuidar de seus filhos sem prejuízo de suas funções profissionais.

3. **Lei Municipal 704/2016** - Esta lei institui o Dia da Bíblia no Município de Poço Verde. A criação dessa data comemorativa reflete o respeito de Damares pelas tradições religiosas e sua intenção de promover valores espirituais e culturais na comunidade.

 

Compromisso com a Saúde Pública

Ao longo de sua carreira, Damares Vieira Cavalcanti tem se destacado por seu compromisso com a saúde pública. Sua atuação tem sido marcada por esforços contínuos para melhorar o sistema de saúde local, garantir acesso a serviços médicos de qualidade e promover campanhas de prevenção e educação em saúde. Damares tem trabalhado para assegurar que todos os cidadãos de Poço Verde tenham acesso aos cuidados necessários, especialmente os mais vulneráveis.

Legado

O legado de Damares Vieira Cavalcanti é caracterizado por sua dedicação incansável à melhoria da qualidade de vida em Poço Verde. Sua contribuição para a legislação municipal e seu foco na saúde pública deixaram uma marca duradoura na comunidade. Como vereadora, ela demonstrou que é possível fazer a diferença através de ações concretas e um compromisso sincero com o bem-estar dos outros.

Damares continua a ser uma figura influente e respeitada em Poço Verde, lembrada por sua integridade, dedicação e serviço à comunidade.

 

 

JACIENE SANTANA CHAGAS.JPG

Jasiene Santana Chagas

Cargo: Vereadora da Câmara Municipal de Poço Verde 

Legislaturas: 13ª Legislatura (2005-2008)

Histórico Familiar

Jasiene Santana Chagas nasceu em 27 de dezembro de 1980, na acolhedora Simão Dias, Sergipe, filha de Germano de Oliveira Chagas e Silvanira Santana Chagas. Desde cedo, foi envolvida pelo calor humano e os valores sólidos de sua família, que sempre a incentivaram a perseguir seus sonhos e a fazer a diferença onde quer que estivesse.

Formação

Sua jornada acadêmica foi marcada por determinação e paixão pelo conhecimento. Jasiene dedicou-se aos estudos, buscando constantemente oportunidades para se aprimorar e crescer pessoal e profissionalmente.

Contribuição no Poder Legislativo

Jasiene ingressou na vida pública com um propósito claro: servir e representar sua comunidade. Sua trajetória no Poder Legislativo é marcada por um compromisso inabalável com o bem-estar de seu povo.

Membro da Câmara Municipal de Poço Verde durante a 13ª Legislatura, de 2005 a 2008, foi eleita com expressivos 657 votos pela coligação “Muda Poço Verde”, PMN/PSB. Durante esse período, dedicou-se incansavelmente a defender os interesses da população e a promover melhorias para a cidade que tanto ama.

Sua dedicação e comprometimento foram reconhecidos, e Jasiene seguiu sua jornada política sendo eleita para o cargo de vice-prefeita do município de Poço Verde, para o mandato de 2009 a 2012. Nessa posição, trabalhou arduamente ao lado do povo, buscando sempre soluções para os desafios enfrentados pela comunidade.

Fora dos números e cargos, Jasiene é reconhecida pelo seu coração dedicado e sua vontade incansável de fazer o bem. Sua presença na política não é apenas de uma figura pública, mas de alguém que genuinamente se importa com o progresso e o bem-estar de sua cidade e de seus cidadãos.

 

 

 

JOSEFA BARBOSA DE ANDRADE.JPGJosefa Barbosa de Andrade

Filiação: Rosalvo Barbosa de Andrade e Francisca Maria de Jesus Filha

Data de Nascimento: 12 de junho de 1964.

Naturalidade: Poço Verde/SE

Endereço: Povoado Saco do Camisa – Poço Verde/SE

Cônjuge: Elias Batista dos Santos

Contribuição no Poder Legislativo

 Membro da Câmara Municipal de Poço Verde da 13ª Legislatura 2005 a 2008, sendo a 1ª suplente com 344 votos pela coligação “Renovar Pra Valer”, PTN, PSC, PFL e PRP. Conduzida ao Cargo em substituição ao vereador titular  José Durval Alves, no dia 06 de julho de 2007, permanecendo como membro do poder Legislativo por 120 dias, quando da licença para tratamento de saúde do titular.

 

Josefa Delia Felix dos Reis.jpeg

Josefa Délia Félix dos Reis

Filiação: Manoel  Thomaz de Carvalho e Josefa Félix de Carvalho

Data de Nascimento: 08 de abril de 1952

Naturalidade: Antas/BA

Endereço: Rua José Josias Santana, 78 – Poço Verde/SE

Telefone: (79) 998336928

E-mail.: josefa.reis@previdencia.gov.br

Servidora Pública Federal Inativa – Técnica do Seguro Social - INSS

Formação

Superior Completo – Pedagogia – Universidade Vale do Acaraú

Contribuição no Poder Legislativo – Vida Pública

 Membro da Câmara Municipal de Poço Verde da 9ª Legislatura 1989 a 1992, 12ª Legislatura 2001 a 2004, 15ª Legislatura 2013 a 2016 e na 16ª de 2017 a 2020.

Na sua vida pública também contribuiu sendo eleita para o cargo de vice-prefeita do município de Poço Verde em duas oportunidades: 2005 a 2008 e 1993 a 1996.

 

MARIA AUXILIADORA OLIVEIRA_0.JPG

 Maria Auxiliadora Oliveira

 Nome Completo: Maria Auxiliadora Oliveira 

 Data de Nascimento: 26 de fevereiro de 1956 

 Local de Nascimento: Fazenda Santa Eugênia, Poço Verde, Sergipe 

 Profissão: Agente Administrativa, Vendedora, Vereadora 

 Conhecida como: Auxiliadora

 Maria Auxiliadora Oliveira nasceu em 26 de fevereiro de 1956 na Fazenda Santa Eugênia, Poço Verde, Sergipe. Filha de Abel Zacarias de Oliveira e Maria das Virgens Pereira, e neta materna de Teodorico Pereira da Silva e Tarcília Maria de Jesus, Auxiliadora teve uma infância tranquila e feliz.

 Em janeiro de 1962, sua família se mudou para o Povoado São José, quando ela tinha cerca de seis anos de idade. Conhecida por ser uma criança brincalhona e sociável, Auxiliadora formava amizades com facilidade.

  Vida Pessoal e Carreira

   Aos 17 anos, em 1973, casou-se com seu primo João de Deus. Sempre batalhadora e em busca de independência, aos 24 anos, Auxiliadora começou a vender produtos Avon de porta em porta. Essa atividade não só lhe trouxe uma renda, mas também lhe conferiu popularidade e reconhecimento na comunidade.

   Seu sucesso como vendedora levou-a a ser convidada a trabalhar nas Lojas Ultralar, onde passou parte de sua vida profissional. 

   Entre 1990 e 1992, Maria Auxiliadora trabalhou como agente administrativa no Hospital Regional Maria do Carmo Alves, oferecendo assistência aos pacientes que se deslocavam de Poço Verde a Aracaju. Esse trabalho destacou seu compromisso com a saúde e o bem-estar da comunidade, preparando o caminho para sua entrada na política.

   Carreira Política

   Nas eleições de 1992, Maria Auxiliadora foi eleita vereadora com 309 votos, servindo na gestão do Prefeito Milton Santana de 1992 a 1996. Durante seu   mandato, Auxiliadora ganhou a reputação de uma mulher de muita garra e determinação, priorizando serviços na área de saúde e assistência social.

   Era conhecida por sua gentileza e dedicação em atender os eleitores.

   Após o término de seu mandato como vereadora, Maria Auxiliadora não deixou de servir à comunidade. Em 1997, começou a trabalhar em conjunto com João Ribeiro dos Santos, conhecido como Joãozinho de Dudé, que foi eleito naquele ano. Juntos, fixaram residência no Povoado Borrocões e continuaram a missão de ajudar a população local.

   Ainda em 1997, Maria Auxiliadora foi convidada a voltar ao serviço público pelo Prefeito José Everaldo de Oliveira, onde permaneceu até o fim do mandato deste em 2004 .

   Legado

   Maria Auxiliadora Oliveira é lembrada como uma mulher de muita garra, que dedicou sua vida ao serviço público e ao bem-estar da comunidade de Poço Verde. Sua atuação na área da saúde e assistência social deixou um legado de gentileza, dedicação e compromisso.

   Mesmo após seu mandato como vereadora, ela continuou a trabalhar incansavelmente para       melhorar a vida das pessoas ao seu redor.

   A frase "Não quero ser o primeiro, mas entre muitos, alguém!" reflete humildemente seu desejo de servir e fazer a diferença, não buscando destaque pessoal, mas sim o bem comum.   

   Auxiliadora é uma figura respeitada e admirada em Poço Verde, cujo trabalho e dedicação continuam a inspirar as futuras gerações.

 

Maria Imperatriz Alves de Santana_0.JPG Maria Imperatriz Alves de Santana

Nome Completo: Maria Imperatriz Alves de Santana 

Data de Nascimento: 13 de março de 1982 

Conhecida como: Perinha 

Estado Civil: União estável com Antônio Marcos Chagas Reis (Dedeu de Tonho de Tuninho) 

Profissão: Educadora, Técnica Social, Vereadora

Maria Imperatriz Alves de Santana, conhecida carinhosamente como Perinha, nasceu em 13 de março de 1982. Sétima filha de Raymundo Rosário de Santana e Júlia Alves Neta, sua vida tem sido marcada por uma série de lutas e conquistas, refletindo sua coragem e determinação em alcançar seus objetivos.

Formação e Carreira na Educação

Desde jovem, Maria Imperatriz mostrou uma grande dedicação aos estudos. Formou-se em Letras Vernáculas e Pedagogia, com especialização em ambas áreas. Seu primeiro vínculo empregatício foi na área da educação, trabalhando na Secretaria Municipal de Educação de Poço Verde. Ao longo de sua carreira na secretaria, Perinha atuou em quase todos os setores, culminando como Secretária Adjunta da Educação.

Como professora, Maria Imperatriz lecionou Língua Portuguesa e Redação no Ensino Fundamental Maior no Colégio Estadual Epifânio Dória. Além disso, ela foi professora no Programa Nacional de Inclusão de Jovens e Adultos, tanto nas modalidades Projovem Urbano quanto ProJovem Campo - Saberes da Terra, contribuindo significativamente para a educação de jovens e adultos em sua comunidade.

Carreira na Gestão Pública

Em 2017, Maria Imperatriz assumiu a Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Cultura, tornando-se a primeira mulher a ocupar essa posição. Sua nomeação e atuação desconstituíram o preconceito de que uma mulher não poderia ser secretária de esporte, abrindo portas para futuras gerações de mulheres em posições de liderança.

Transição para o Setor Privado e Atuação Social

Posteriormente, Perinha decidiu sair do funcionalismo público e ingressar no setor privado, onde assumiu o departamento social da Construtora JFilhos, uma empresa local de Poço Verde. Em sua nova função, destacou-se na área social, desenvolvendo trabalhos significativos junto às famílias contempladas por programas de habitação em várias cidades do estado de Sergipe. Seu trabalho como técnica social foi fundamental para o sucesso de várias iniciativas habitacionais, através das Entidades Organizadoras.

Carreira Política

Em 2020, Maria Imperatriz candidatou-se ao cargo de vereadora pelo Partido dos Trabalhadores (PT) e foi eleita com 432 votos, tornando-se a única mulher eleita para o mandato de 2021 a 2024. Em janeiro de 2021, ela passou a compor a Comissão de Educação, Cultura, Saúde e Meio Ambiente, atuando como relatora.

Legado e Impacto

Maria Imperatriz Alves de Santana, ou Perinha, é uma figura inspiradora em Poço Verde. Sua trajetória na educação, gestão pública e setor privado, além de sua atuação política, demonstra seu compromisso com o desenvolvimento social e comunitário. Como a única mulher eleita vereadora em seu mandato, ela continua a quebrar barreiras e a lutar por um futuro melhor para sua comunidade.

Sua vida é um testemunho de resiliência, dedicação e serviço público, e ela continua a ser uma liderança influente e respeitada em Poço Verde e além.

 

RITA DE CASSIA FONSECA DOS SANTOS.JPG

Rita de Cássia Fonseca dos Santos

Nome Completo: Rita de Cássia Fonseca dos Santos 

Cargo: Vereadora da Câmara Municipal de Poço Verde (14ª Legislatura 2009-2012), Vice-prefeita de Poço Verde (2013-2016)

Rita de Cássia Fonseca dos Santos** é uma figura destacada na política de Poço Verde, conhecida por sua dedicação e eficácia em legislar em benefício da comunidade. Membro da Câmara Municipal de Poço Verde durante a 14ª Legislatura (2009-2012), Rita de Cássia teve um papel crucial na criação de várias leis municipais que impactaram positivamente a vida dos cidadãos.

Contribuições Legislativas

Durante seu mandato como vereadora, Rita de Cássia foi autora de diversas leis importantes:

1. *Lei Municipal 009/2009:* Autoriza o Executivo Municipal a efetuar a doação de terrenos na localidade conhecida como invasão do matadouro. Esta lei ajudou a resolver questões de moradia e regularização fundiária para os moradores da área.

2. *Lei Municipal 516/2009:* Denomina a via pública no Loteamento Campus Verdes, no bairro Fazendinha, como Rua Maria Leonor Alves. Essa lei contribuiu para a organização urbana e homenageou uma cidadã local.

3. *Lei Municipal 517/2009:* Denomina a via pública no Loteamento Campus Verdes, no bairro Fazendinha, como Rua Regina Ferreira Lima. Outra iniciativa para a organização urbana e homenagem a uma cidadã notável.

4. *Lei Municipal 521/2009:* Institui o Dia do Agente de Endemias no município de Poço Verde, celebrado em 1º de novembro. Essa lei reconhece a importância do trabalho dos agentes de endemias na saúde pública.

5. *Lei Municipal 536/2010:* Reconhece como de utilidade pública a Associação Comunitária AGLBT – de Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros, “FLOR DO SERTÃO”. Essa lei foi um passo significativo para a inclusão e reconhecimento da comunidade LGBTQ+.

6.*Lei Municipal 537/2010:* Denomina a via pública no Bairro do Cruzeiro como Rua Josefa Maria de Jesus – Dona Zifinha, contribuindo para a organização urbana e homenagem à cidadã local.

7. *Lei Municipal 551/2010:* Reconhece como de utilidade pública a Associação Comunitária Beneficente da Paróquia de São Sebastião, fortalecendo o apoio às atividades comunitárias e de assistência social da paróquia.

8. *Lei Municipal 560/2010:* Autoriza o Poder Executivo a firmar convênio com o Instituto de Promoção e de Assistência à Saúde de Servidores do Estado de Sergipe – IPES/SAÚDE, melhorando o acesso à saúde para os servidores municipais.

9. *Lei Municipal 561/2010:* Reconhece, regulamenta e enquadra o exercício das profissões da Medicina Tradicional Natural e das Práticas Interativas e Complementares no município, promovendo a saúde integrativa.

10. *Lei Municipal 575/2011:* Em parceria com o vereador Luciano Araújo, denomina a praça e vias públicas no Residencial Fazendinha, homenageando diversas figuras locais.

11.*Lei Municipal 594/2011:* Autoriza a doação de imóvel residencial para a Associação Musical Filarmônica Lira Santa Cruz, promovendo a cultura e o desenvolvimento musical na comunidade.

Carreira Executiva

Após seu mandato como vereadora, Rita de Cássia foi eleita vice-prefeita de Poço Verde para o período de 2013 a 2016. Durante seu mandato como vice-prefeita, continuou a trabalhar para o bem-estar da comunidade, focando em projetos de desenvolvimento social, saúde, e infraestrutura.

Legado

Rita de Cássia Fonseca dos Santos é reconhecida por sua contribuição significativa para o desenvolvimento de Poço Verde. Seu trabalho na Câmara Municipal e como vice-prefeita demonstra um compromisso profundo com a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos.

Ela é lembrada por sua capacidade de legislar com eficácia e por seu empenho em causas sociais, saúde pública e inclusão.

Seu legado inclui a criação de leis que trouxeram benefícios tangíveis para a população e sua atuação contínua em prol do bem-estar da comunidade de Poço Verde.